Descobrimento do Brasil 2019

Em 2019, o 22 de abril, data em que o Brasil lembra sua fundação como nação, vai cair numa segunda-feira. No ano de 1500, nesse dia, uma esquadra de 13 navios da Marinha portuguesa buscando uma rota alternativa para o Sul da Ásia pelo Ocidente aportou no Sul da Bahia onde hoje está a cidade de Porto Seguro. A pequena esquadra liderada pelo militar Pedro Álvares Cabral pensou que aquele pedaço de terra era, na verdade, uma ilha e batizaram-na Ilha de Vera Cruz.

Mal sabiam que, na verdade, tinham atingido um continente gigantesco que corta o meridiano de Norte a Sul. O militar ordena que uma das naus volte a Portugal para comunicar o achado ao Rei, documentado na famosa carta de Pero Vaz de Caminha o primeiro relato histórico sobre o Brasil, que o descreve como um lugar exuberante e exótico. Os demais navios seguem em busca das Índias Orientais, sem sucesso. Mas aquela nova terra se tornou um domínio português no continente americano.

Nas três décadas seguintes, a presença do colono na costa era esporádica. Sem encontrar ouro de imediato ou especiarias, o foco da exploração foi uma árvore nativa da qual se extraía um corante vermelho. A árvore batizada de Pau-Brasil, hoje inexistente no litoral e praticamente extinta, emprestou seu o nome ao País que hoje chamamos de Brasil.

Imagem:Desembarque de Pedro Álvares Cabral em Porto Seguro em 1500 by Oscar Pereira da Silva (1865–1939)